Siga a Rafale no Facebook

Uma arte que se renova: entenda a cutelaria

Uma arte que se renova: entenda a cutelaria

A cutelaria é a arte de se forjar espadas, facas, facões e demais objetos cortantes e armas brancas. É uma prática milenar que remonta à Idade do Bronze, quando os primeiros seres humanos já utilizavam objetos metálicos para forjar ferramentas de uso diário, ou mesmo de batalhas.

Essa arte milenar, no entanto, vem fazendo novos adeptos nos dias de hoje, chegando a se tornar uma tendência muito forte em diversos grupos. Pensando nisso, criamos esse texto para você entender melhor essa tendência que vem ganhando seguidores, tanto nas Redes Sociais, quanto no dia a dia.

O que é cutelaria?

A cutelaria surgiu na Idade do Bronze, quando os nossos antepassados descobriram que poderiam utilizar os metais, principalmente o bronze, o mais maleável deles, para que pudessem criar ferramentas de caça, de colheita e de batalhas.

Antes disso, os homens utilizavam pedras e madeiras para forjarem suas armas, o que demandava maior esforço. A cutelaria surgiu para evoluir a forma com que o homem domava a natureza.

Na idade antiga, a arte se refinou principalmente na Grécia, Egito e Roma, onde as batalhas por territórios se intensificavam e os armamentos precisavam ser mais fortes, de fácil utilização e práticos.

Mas foi na idade média que a cutelaria atingiu seu auge. A Europa se tornou o centro do mundo e as batalhas exigiam espadas grandiosas e facas igualmente bem feitas. Enquanto isso, o Japão também criava sua própria tradição em confecção de Katanas e demais equipamentos de batalhas.

Como é hoje em dia?

A cutelaria de hoje se divide entre a artesanal e a industrial. Enquanto as fábricas fazem facas e canivetes de forma segmentada, utilizando o aço inoxidável, os muitos cuteleiros artesanais remontam à idade média, fabricando objetos belos e cheios de estilo e praticidade.

A cutelaria industrial foca-se em equipamentos de cozinha, para restaurantes, casas e açougues. O foco são equipamentos resistentes, com bom corte e facilmente encontrados em lojas de departamento, supermercados e demais comércios. A cutelaria industrial, entretanto, não pode ser considerada uma forma de arte por conta da utilização de meios de produção em massa e automação dos processos.

A arte da cutelaria artesanal está viva entre os colecionadores de facas, profissionais de cozinha e amantes das artes plásticas. O trabalho com aço e madeira transforma essas matérias-primas em verdadeiros objetos de arte, com desenhos estilizados e ranhuras no metal.

Até programas de TV e canais do YouTube, assim como outros locais das Redes Sociais vêm dando destaque aos cuteleiros artesanais que hoje são um segmento bem diferenciado de artistas.

No site Rafale você encontra entre nossos acessórios, uma linha de canivetes e facas para aventuras e ações táticas. Acesse, clicando aqui e veja nossa seção de cutelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + dez =