Confira as nossas dicas de Janeiro aqui , de fevereiro clique aqui, para as de março aqui e as de abril clique aqui.

Para o mês de maio o blog da Rafale apresenta mais cinco livros para você ampliar o seu acervo de publicações sobre todos os tipos de guerra e colocar a sua leitura em dia.

Top 5 livros sobre guerra – Dicas de Maio

1) Top 5 livros sobre guerra | A Arte da Guerra – por Sun Tzu

O maior tratado de guerra de todos os tempos em sua versão completa em português. “A Arte da Guerra” é sem dúvida a Bíblia da estratégia, sendo hoje utilizada amplamente no mundo dos negócios, conquistando pessoas e mercados.
A Arte da Guerra é um tratado militar escrito durante o século IV a.C. pelo estrategista conhecido como Sun Tzu. O tratado é composto por treze capítulos, cada qual abordando um aspecto da estratégia de guerra, de modo a compor um panorama de todos os eventos e estratégias que devem ser abordados em um combate racional. Acredita-se que o livro tenha sido usado por diversos estrategistas militares através da história como Napoleão, Zhuge Liang, Cao Cao, Takeda Shingen, Vo Nguyen Giap e Mao Tse Tung.

Clique aqui para comprar.

2) Top 5 livros sobre guerra | Enterrar os Mortos – Uma História Sobre Amizade , Silêncio e Mentiras na Guerra Civil Espanhola – por Ignácio Martinez Pisón

Memória e investigação histórica – revelando o terror implantado por agentes soviéticos na Espanha na década de 1930 – são as armas deste livro fundamental para o entendimento da Guerra Civil Espanhola. O livro recria o ambiente intelectual da Espanha na década de 1930 a partir da amizade do escritor norte-americano John Dos Passos com José Robles Pazos, tradutor das obras de Dos Passos, republicano que nunca pertenceu a um partido político mas acabou morrendo nos cárceres da Espanha mergulhada na guerra civil. 70 anos depois, o livro visita este episódio obscuro que dividiu a esquerda.

Clique aqui para comprar.

3) Top 5 livros sobre guerra | História da Guerra Civil Russa 1917-1922 – por Jean-Jacques Marie

A Revolução Russa começou com a deposição do czar em fevereiro de 1917. Em outubro do mesmo ano, os bolcheviques chegam ao poder, sob a liderança de Lenin. Mas o Estado soviético só se consolida depois de uma guerra fratricida que durou até 1922 e causou milhões de mortos. Este livro é uma narrativa instigante e equilibrada da guerra civil que abalou a Rússia, dividiu sua população e contou com a presença direta e indireta de várias potências estrangeiras. É também uma fina análise das partes nela envolvidas. O historiador Jean-Jacques Marie faz uma cuidadosa reconstituição histórica e apresenta documentos até agora inéditos para quem não conhece a língua russa. Entender esse conflito ajuda a compreender o Estado soviético e a Rússia atual.

Clique aqui para comprar.

4) Top 5 livros sobre guerra | A Conquista de Berlim – por Vassily Tchuikov

Existem muitos relatos sobre a Segunda Guerra Mundial. Porém, até agora os leitores brasileiros não dispunham de uma obra fundamental que desse um testemunho sobre como a guerra foi vencida pelos… soviéticos. Com este livro extraordinário, finalmente terão a oportunidade de saber diretamente do comandante em chefe do Exército Soviético que promoveu a conquista de Berlim, Marechal Tchuikov, como os nazistas foram derrotados.

A narrativa bélica e vívida, repleta de estratégias e táticas de guerra, de intrincados planejamentos, de descrição de armamentos, levará o leitor a respirar o ar das batalhas.

Clique aqui para comprar.

5) Top 5 livros sobre guerra | Stalingrado 1942 – o início do fim da Alemanha nazista – por Alexander Werth

Era a batalha do tudo ou nada: se os nazistas conquistassem Stalingrado, provavelmente venceriam a Segunda Guerra Mundial. Acuados, os soviéticos pagaram caro pela resistência encarniçada. Milhares de vidas foram ceifadas no trágico embate. De julho de 1942 até fevereiro do ano seguinte, o mundo acompanhou como pôde o encontro dos dois grandes exércitos. O autor Alexander Werth, um dos pouquíssimos jornalistas estrangeiros a cobrir a frente oriental, teve um olhar privilegiado. Assim que os alemães capitularam, Werth chega a uma Stalingrado ainda traumatizada e nos relata com vivacidade tudo o que observa. Além de ser testemunha ocular, entrevistou oficiais, especialistas militares e teve acesso a documentos originais. Stalingrado continua sendo o livro mais importante publicado sobre uma das mais sangrentas e decisivas batalhas da Segunda Guerra Mundial.

Clique aqui para comprar.