Em casos de incêndios, eles são os primeiros a serem chamados. No entanto, o resgate de bombeiros em combate não acontece apenas quando há fogo. Esses profissionais são treinados e capacitados para agirem em diversos tipos de emergências. Confira mais detalhes sobre a atuação desses guerreiros!

Atuação do Corpo de Bombeiros segundo a Constituição

De acordo com a Constituição Federal de 1988, os bombeiros devem garantir o combate a incêndios, salvamentos e atividades de defesa civil. Logo, legalmente esses profissionais podem prestar diversos tipos de socorros, como:

  • combate a incêndio urbano, florestal e especial (como em aeroportos);
  • busca e salvamento terrestre, aquático e aéreo;
  • atendimento pré-hospitalar;
  • perícias de incêndios;
  • serviços técnicos (como vistorias de prédios comerciais).

O resgate de bombeiros em combate é diferente do SAMU

Como trabalham em parceria, muitos confundem o trabalho dos profissionais do SAMU com o dos profissionais do Corpo do Bombeiro. No entanto, é preciso deixar claro que uma equipe depende do trabalho da outra.

Se acontece um acidente de carro e as vítimas ficam presas nas ferragens, por exemplo, o SAMU só poderá atendê-las após a chegada dos bombeiros, que farão o possível para resgatar as pessoas com vida.

No entanto, embora os bombeiros também façam os primeiros socorros, é a equipe do SAMU que se responsabiliza por todas as questões ligadas à saúde da vítima. Dessa forma, uma equipe complementa o trabalho da outra.

Atuação dos bombeiros requer treinamento e dedicação

Na prática, o resgate de bombeiros em combate é muito perigoso, repleto de ação e emoção. Por isso, e para conseguir atender aos chamados do 193, esses profissionais se dedicam a uma rotina de muito esforço, praticando diversos esportes a fim manter o preparo físico.

Além desse empenho diário, a atuação no Corpo de Bombeiro também exige dedicação 24 horas por dia. Isso é necessário porque nem sempre a ocorrência acontece no horário de serviço. No entanto, sendo preciso, eles devem estar preparados e dispostos para agir, independentemente do dia e do horário.

Estratégia e frieza são essenciais nas ocorrências

Como as situações de emergência exigem ações rápidas, o resgate de bombeiro em combate é programado para acontecer da forma mais ágil possível. Muitas vezes, a estratégia usada pelos profissionais é discutida no próprio caminho até a ocorrência, e conforme as informações vão chegando.

Em todos os casos, dos mais graves aos mais simples, a regra é clara: os bombeiros não podem se envolver emocionalmente com as ocorrências. Eles precisam usar seus conhecimentos técnicos para cumprirem o trabalho com rapidez e eficiência.

É assim, com muito controle emocional e técnica que o resgate de bombeiros em combate é realizado. Para obter mais informações sobre o assunto, continue navegando pelo blog da Rafale Calçados e visite a nossa seção de resgate!