Já parou para pensar como a aeronáutica defende o País? Para cumprir sua função em todo o território nacional, a Força Aérea Brasileira (FAB) conta com uma equipe devidamente treinada, mas também com diversos caças militares brasileiros, que podem deter diversas ameaças.

Imponentes, essas aeronaves são a paixão de muitos guerreiros brasileiros, tanto dentro quanto fora da aeronáutica. Se esse é o seu caso, veja os detalhes dessas poderosas máquinas e aventure-se conosco!

P-95BM – Bandeirulha

Entre os caças militares brasileiros, encontram-se oito modernos P-95BM, também chamados de Bandeirantes. Eles entraram em ação em 2015 e podem cumprir com duas funções dentro da FAB: patrulhamento e ataque.

Características do P-95BM

Um dos principais destaques desse modelo é o seu radar de busca marítima. Colocado no nariz do avião, ele consegue identificar embarcações em um grande raio de alcance, mais precisamente em quase 200 km de distância.

Outros pontos importantes, principalmente quando a missão é atacar, é a capacidade que o Bandeirulha tem de carregar foguetes não guiados, o que o permite fazer interferências a embarcações de pequeno porte.

O P-95BM também consegue mapear terrenos, acompanhar centenas de objetos ao mesmo tempo e ainda vigiar outros aviões.

F-5M – Um dos principais caças militares brasileiros

Ao primeiro olhar, já é possível ver que essa não é uma aeronave qualquer. O F-5M é considerado o principal avião de defesa aérea nacional e a FAB tem cerca de 50 desses caças militares brasileiros.

Características do F-5M

O F-5M tem inúmeras qualidades que o faz ser importante! Para ter noção, nenhuma outra aeronave das Forças Armadas do Brasil é tão veloz quanto ele, que pode atingir cerca de 1.700 km/h.

Além disso, sua versão mais moderna tem sistemas de armamentos e de buscas e uma série de equipamentos importantes para o combate, como:

  • radar Griffo;
  • mira montada no capacete (HMD – Helmet Mounted Display);
  • sistema de enlace de dados com criptografia (DATA-LINK);
  • sistema de contramedidas eletrônicas (RWR, Chaff e Flare);
  • lançamento de foguetes e bombas;
  • armamento de míssil ativo com guiamento radar e infravermelho.

Gripen NG – Os futuros caças brasileiros

Para substituir os poderosos F-5M, o Brasil está aguardando os Gripen NG, que devem ficar prontos entre 2021 e 2024. Quando isso acontecer, o Brasil terá 36 aeronaves de combate, ou melhor: 36 das mais modernas aeronaves do hemisfério sul.

Características do Gripen NG

Embora não sejam como o SR-71 Blackbird, a velocidade supersônica é, sem dúvida, a principal característica dos novos caças militares brasileiros, que conseguirão voar mais de duas vezes acima da velocidade do som, isto é, 2.470 km/h.

Para completar, a aeronave vai utilizar armamentos mais eficientes. Entre as novidades, os mísseis de médio e longo alcance, além de bombas que podem ser guiadas por laser ou outros recursos eletrônicos.

O que achou do novo caça? Se você gosta do assunto, continue navegando pelo blog da Rafale Calçados e veja também os principais aviões militares do Brasil.