Aviões militares do Brasil: Você conhece as principais aeronaves de combate das forças armadas brasileiras? O nosso post de hoje vai mostrar que possuímos aviões e helicópteros para serem utilizados nas mais variadas circunstâncias.

E não é só a Força Aérea Brasileira que possui aviões militares. A Marinha do Brasil e o Exército Brasileiro também possuem aeronaves militares com mísseis, metralhadoras e foguetes. Afinal, vigiar um extensão territorial de 8,5 milhões de km2 e 7.500 km de litoral e fronteiras com 10 países não é tarefa fácil.

10 aviões militares do Brasil

Os aviões militares do Brasil estão equipados e possuem funções e desempenhos diferentes para as possíveis ameaças que surgem pelo céu, no mar ou na terra.

1. Aviões militares do Brasil – AF-1

O AF-1 – denominação brasileira para o McDonnel Douglas A-4 Skyhawk – é um modelo da Marinha do Brasil. Temos 23 unidades compradas em 1998 do Kuwait. Há uma versão modernizada pela Embraer em 2015, o AF-1M. O modelo lança bombas de queda livre e o míssil brasileiro MAA-1 Piranha.

2. Aviões militares do Brasil – F-5M

O modelo de aeronave F-5M é a principal aeronave da FAB. São 50 aviões F-5M que podem alcançar cerca de 1.700 km/h. O modelo pode lançar foguetes e bombas de queda livre ou guiadas por laser e GPS e tem como principais armas um canhão de 20 mm; os mísseis de curto alcance Python III e IV, que são orientados por infravermelhos e o Derby, guiado por radar e de médio alcance.

3. Aviões militares do Brasil – A-1 (AMX)

A Aeronáutica possui 56 jatos A-1. A aeronave é equipada com dois canhões DEFA de 30 mm, dois mísseis de curto alcance nas pontas das asas. Já nas asas é possível ter bombas de queda livre ou guiadas a laser, mísseis ar-superfície e lançadores de foguetes.

4. Aviões militares do Brasil – Super Tucano

O Super Tucano é um avião leve que foi fabricado pela Embraer. São 99 aviões que podem alcnaçar 590 km/h e ser armado com metralhadoras, bombas, canhões, mísseis orientados po infravermelho, foguetes. Serve para missões de ataque ao solo, reconhecimento armado a até como caça no abatimento de aviões de baixo desempenho.

5. Aviões militares do Brasil – P-3AM Orion

Há 12 aviões disponíveis na Aeronáutica do Brasil. Serve para patrulhamento marítimo e vigilância da Amazônia Legal. Em seu compartimento interno há bombas de queda livre e mísseis anti-navio. O P-3 Orion possui também equipamentos para identificar submarinos.

6. Aviões militares do Brasil – P-95BM Bandeirulha

Curiosidade: no nariz da aeronave tem um radar de busca marítima para identificar embarcações a quase 200 km e ainda pode acompanhar 200 objetos ao mesmo tempo. Faz também mapeamentos terrenos e vigia outras aeronaves. Ele pode ser amrmado com foguetes guiados.

7. Helicópteros militares do Brasil – Fennec

Aeronave do Exército Brasileiro que pode ser armado com duas metralhadoras .50 ou dois lançadores de foguetes. São 16 helicópteros Fennec e que servem para missões de ataque ao solo.

8. Helicópteros militares do Brasil – MH-16 Seahawk

Super avançado e a serviço da FAB, do EB e da MB do Brasil. Serve para missões de busca e destruição de submarinos e navios de superfície. Tem radar de varredura 360º e um sonar usado em voo ou na água. Pode lançar misseis orientados por radar e sistema de mira de laser e também torpedos.

9. Helicópteros militares do Brasil – Super Lynx

São 12 unidades a serviço da Marinha do Brasil. A aeronave pode lançar mísseis ar-superfície e anti-navio. Para combater submarinos tem os torpedos de busca acústica e cargas de profundidade. Utilizado para transporte e patrulha e combate.

10. Helicópteros militares do Brasil – AH-2 Sabre

Poderoso e utilizado para proteção na região da Amazônia. Podem ser utilizados em ataques ao solo, abate de aeronaves de baixo desempenho, interceptação e capacidade anti-tanque com a utilização de foguetes e o míssil Ataka, orientado por rádio. São 12 helicópteros que podem ser armados com metralhadoras, canhões e bombas.

Se você gostou deste post vai gostar também de conhecer o avião mais rápido do mundo. Clique aqui.