Siga a Rafale no Facebook

Morro dois irmãos: o melhor lugar para você estrear sua bota Adventure Rafale no RJ

Morro dois irmãos: o melhor lugar para você estrear sua bota Adventure Rafale no RJ

Hoje a dica é para quem não abre mão de uma boa trilha, ou trekking no caso, e que mora ou vai visitar o Rio de Janeiro (quando a pandemia finalmente terminar, é claro). Vamos falar um pouquinho do Morro Dois Irmão, um point e tanto de aventura localizado no coração da cidade maravilhosa.

Então, se você quer manter seu espírito de aventura vivo e ainda por cima estrear essa sua bota Adventure da Rafale, a chance está aqui. Continue lendo para descobrir as maravilhas do Morro Dois Irmãos e partir para a viagem.

A dificuldade

Entre as inúmeras trilhas que se dá para fazer na cidade maravilhosa, a que leva para o Morro dos Dois irmãos é uma das mais fáceis.

A subida não é tão íngreme e o terreno está longe de ser um dos mais acidentados da cidade.

Subir até o morro dois irmãos é indicado para quem pratica trekking a menos tempo e mesmo assim deseja um desafio um pouco superior aos últimos que enfrentou.

O tempo de trilha não passa dos 40 ou 45 minutos, dependendo da sua condição física ou prática no esporte de aventura.

A vista

Praticar trekking no Morro Dois Irmãos é a melhor forma de conhecer o Rio de Janeiro. Ao menos para quem deseja ver os principais cartões-postais da cidade de forma privilegiada.

De lá de cima, ao final da trilha de 40 minutos, você vai poder ver o Corcovado, o Pão de Açúcar, as lagoas e a Barra da Tijuca. Na verdade, a vista de cima é melhor do que se você estivesse do lado desses locais, isso porque você tem uma visão panorâmica de uma das cidades mais lindas do mundo. Claro que o mar também vai estar no seu campo de visão, com todo seu azul e esplendor.

Quando ir?

Para ir até ao Rio de Janeiro, o verão é sempre o mais indicado? Depende.

O calor na cidade é conhecido mundialmente por ser bem elevado e pode afetar a prática da trilha, deixando a experiência bem desconfortável. Além disso, as chuvas de verão podem ser um empecilho para quem quer ter uma boa experiência de subida. Além de acidentar o terreno, as chuvas de verão vão atrapalhar a vista.

Já no inverno, a temperatura fica mais amena, entretanto você pode escolher um dia ruim em que a neblina pode tomar conta da sua subida e prejudicar a sua vista quando finalmente você chegar lá em cima.

Recomendamos o outono para você fazer essa trilha. Entre março e junho você terá uma experiência mais completa, com a vista garantida e com a temperatura bem mais amena.

A primavera é uma boa opção também. Durante a subida, você tem contato com vegetação nativa que pode estar esplendorosa nessa época do ano. Mas, de novo, o calor pode afetar sua experiência. Se isso não te incomodar, desfrute do caminho e da vista com muito protetor solar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =