Ao caminhar pela rua, é possível encontrar policiais e seguranças espalhados pelas esquinas. No entanto, nem sempre você estará em um local com a presença desses profissionais, então é crucial que saiba agir em caso de agressão ou abordagem violenta. Para isso, precisará saber algumas técnicas de defesa pessoal.
Todos, independentemente de sexo, raça e cor, estão sujeitos a assaltos, roubos e outros tipos de atos violentos, portanto, defender a si mesmo é essencial. Muitos golpes não exigem conhecimento de nenhuma arte marcial ou estudo específico, e é nesses que você deve apostar.

Golpes simples de defesa pessoal que qualquer pessoa pode tentar

Não é necessário que saiba lutar para executar técnicas de defesa pessoal, e a prova disso são os golpes que verá a seguir. Porém, vale um aviso: só os realize se tiver plena certeza de que sabe todos os passos para executá-los, e também é importante medir os poderes. Contra uma arma de fogo, nem sempre vale arriscar a vida.

Para roubo de celular

Às vezes, durante a utilização do aparelho, somos surpreendidos pela abordagem de um ladrão. Como agir? Você pode utilizar o próprio dispositivo para ajudá-lo!
O mais provável é que o assaltante chegue até você pelo lado que estiver a mão que sustenta o celular. Ao notar a presença de alguém estranho, principalmente se for homem, estique o braço e pressione o aparelho contra a glote (área onde se encontra o pomo de adão) do ladrão. Não é necessário o uso de força excessiva, já que a região é sensível.

Escapar de socos em brigas

O ideal, durante uma briga, não é revidar os golpes, e sim escapar deles ou se proteger, para que o embate chegue ao fim. Existem algumas maneiras de fazer isso e duas delas não requerem nenhum conhecimento em luta.

  • passo para trás: ao começar uma briga, é importante sempre manter uma base no chão (um pé à frente do outro) e os braços altos, no mesmo ângulo do quadril , para que os movimentos sejam rápidos. Para escapar de um soco direto, que virá na direção do queixo, flexione levemente os joelhos e, no momento do golpe, puxe o pé da frente para trás. A distância necessária para o soco fará com que ele não lhe atinja;
  • guarda: ao perceber o golpe sendo armado, levante os dois braços juntos na medida em que a mão do adversário atinja a parte de fora de seu antebraço. Você sentirá o impacto, mas nada comparado àquele que sentiria caso acertasse seu queixo;
  • proteção lateral: da mesma maneira que o direto, o atacante pode escolher atingir a região de seu ouvido. A técnica para proteger-se é a mesma. Levante os dois braços e cubra os ouvidos, com as mãos na altura da nuca.

Gostou das dicas de defesa pessoal? Confira mais quatro técnicas do Krav Magá para se defender!