Melhores livros de guerra – E aí, guerreiro, sua leitura está em dia? Entramos no quarto mês e firmes com a nossa missão de todo mês trazer boas opções de publicações sobre guerras. Veja as nossas dicas de Janeiro (clique aqui) e para as opções de fevereiro clique aqui. Paras as dicas de livros de guerra de março clique aqui.

Para o mês de abril o blog da Rafale apresenta mais cinco livros para você ampliar o seu acervo de publicações sobre guerra e colocar a sua leitura em dia.

Cinco melhores livros de guerra – Dicas de Abril

1) Berlim 1945 – a queda, por Antony Beevor

Antony Beevor seduziu leitores e arrancou elogios da crítica ao narrar a devastação provocada pela invasão alemã da União Soviética em Stalingrado. Agora, em BERLIM 1945: A QUEDA, o historiador revela como ocorreu a vingança, dois anos depois, com a tomada da capital do Terceiro Reich, que pôs fim à Segunda Guerra Mundial no continente europeu. Chegando ao topo das listas de mais vendidos na Inglaterra, BERLIM 1945: A QUEDA apresenta uma reconstituição cuidadosa das estratégias militares, da realidade dos soldados e do massacre da população civil.

Compre aqui.

2) Memórias da Segunda Guerra Mundial, por Winston Churchill (II volumes)

Do momento mais sombrio e glorioso da Inglaterra até a Grande Aliança e a vitória final, a Segunda Guerra Mundial continua a ser o evento mais marcante do século XX. Sem dúvida, o momento formador do mundo em que vivemos hoje. A obra clássica vencedora do Prêmio Nobel de Literatura chega agora em um box com os dois volumes sobre os anos cruciais de formação, desenvolvimento e conclusão do conflito, abarcando desde 1919 até 1945. No primeiro volume, Churchill reconstrói com minúcia e ritmo os principais eventos ocorridos entre 1919 e junho de 1941: desde as contendas geradas pelo Tratado de Versalhes, a fulgurante ascensão de Hitler, o novo quadro político europeu até a invasão da URSS pela Alemanha. No segundo volume, Churchill relata com minúcia os eventos marcantes ocorridos desde dezembro de 1941 até 1945, como o ataque a Pearl Harbor e a construção das alianças decisivas entre Inglaterra, URSS e os Estados Unidos, além de construir um epílogo assustadoramente lúcido sobre os possíveis desdobramentos do maior conflito bélico de todos os tempos.

Compre aqui.

3) A Guerra do Mundo, por Niall Ferguson

“Essa obra expõe tudo de maneira muito clara. É um retrato profundo e, muitas vezes, provocativo do período. O autor fez uso de uma pesquisa séria, detalhada e comovente sobre a maldade humana que é, ao mesmo tempo, fascinante e dramática. A publicação é um relato envolvente e controlado com maestria, no qual o autor equilibra uma narrativa abrangente com histórias pontuais. Até mesmo quem já leu muito a respeito da história do século XX vai encontrar detalhes novos e surpreendentes.

Compre aqui.

4) A guerra do fim dos tempos – o Estado islâmico e o mundo que ele quer, por Graeme Wood

Por onde passa, o Estado Islâmico deixa sua marca de sangue e horror. Atentados na Europa; destruição do templo de Palmira, na Síria; assassinatos e perseguições em todo o Oriente Médio. Das ruas do Cairo às mesquitas de Londres, tendo percorrido várias partes do mundo onde atua a maior organização terrorista em atividade, Graeme Wood entrevistou seus apoiadores, recrutadores e simpatizantes. Na contracorrente de interpretações que se contentam em associar fanatismo e irracionalidade, o livro de Wood procura dar sentido e coerência à apropriação que o grupo faz do islamismo. A guerra do fim dos tempos apresenta uma compreensão abrangente do EI e da nova geração de terroristas que desafia a vida e os valores mais profundos das democracias ocidentais.

Compre aqui.

5) A Guerra do fim do mundo, por Mario Vargas Llosa

Nesta obra, o autor mergulhou no confronto da Guerra de Canudos para tentar decifrar a verdadeira face por trás do mito chamado Antônio Conselheiro, tentando dar uma nova dimensão à história, em que personagens de carne e osso, alguns reais, outros imaginados, empreendem uma saga sem paralelos na história do país.

Compre aqui.

E aí, curtiu as nossas dicas? Mande-nos sugestões de livros sobre guerras para que possamos apresentar na próxima lista.