Avião militar mais rápido do mundo: o SR-71 Blackbird foi um dos aviões mais rápidos do mundo. Ele atingia velocidade supersônica – mais precisamente 3.540 km/h (ou Mach 3). Detalhe: o Blackbird conseguia manter essa velocidade por mais de uma hora e a altitude máxim00a de voo chegou a 26 mil metros (uau!).

Os Blackbirds foram usados como aviões de reconhecimento de 1964 a 1998. Durante a década de 1990, as tripulações da NASA operaram quatro aviões, dois deles para pesquisa e outros dois foram usados pela Força Aérea dos EUA durante missões de reconhecimento.

O Centro de Pesquisa de Vôo Armstrong da NASA lançou dois clipes mostrando a velocidade, a versatilidade e o poder desses aviões que uma vez foram pensados para mudar o futuro da aviação.

História do avião militar mais rápido do mundo

Primeiramente é bom explicar que o SR-71 Blackbird teve seu desenvolvimento iniciado no fim da década de 50, mas o projeto ultrassecreto só foi revelado décadas depois.

O Blackbird foi aposentado oficialmente em 1999 e continua sendo, até hoje, a aeronave tripulada mais rápida do mundo.

O Blackbird foi criado pela Lockheed Martin, uma empresa fabricante de produtos aeroespaciais criada em 1995, resultante da fusão da Lockheed Corporation e da Martin Marietta. Está sediada em Bethesda, Maryland, uma comunidade no Condado de Montgomery. É a maior produtora de produtos militares do mundo. 95% de seu orçamento anual provém de contratos de compra realizados com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América, outras agências governamentais americanas e clientes estrangeiros.

Um plano para a criação de um hipersônico está em andamento desde o final dos SR-71. A Força Aérea dos EUA anunciou que foram tomadas medidas para um SR-72 em 2013. Mas desde então ninguém mais disse nada sobre lançar o que seria o sucessor do SR-71.

Segundo informações de especialistas, o novo avião poderá alcançar a velocidade de 4.800 km/h.